Banner rodapé.png

Durante pandemia, Gramado perde mais de 3 mil vagas de emprego

Município foi o mais afetado na Região das Hortênsias nos primeiros cinco meses desde o início da quarentena, conforme dados do CAGED

Setor de serviços foi o mais afetado em Gramado e Canela / FOTO: Igor Mallmann

Igor Mallmann

contato@serracult.com.br

É certo que a pandemia de Covid-19 foi devastadora para a saúde pública e para a economia no mundo todo. O distanciamento social e a restrição das atividades econômicas foi inevitável. O setor de turismo e eventos - que depende de públicos numerosos nos mesmos espaços - sofreu impacto especialmente radical. Dentre os municípios da Região das Hortênsias, Gramado foi o mais atingido. Nos cinco primeiros meses da pandemia, a cidade teve 4.681 desligamentos, contra apenas 1.662 novas contratações, deixando um saldo de 3.019 postos de trabalho a menos.


Realizamos um levantamento com base nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), do mês de março (início da quarentena) até julho. Até o momento da publicação dessa matéria, ainda não foram divulgados os dados de agosto, por isso estes não estarão presentes na análise.


Confira os resultados de admissões e desligamentos em Gramado, Canela, Nova Petrópolis e São Francisco de Paula:



O setor de serviços acumula o maior número de desligamentos em Gramado, pois dentro de sua classificação entram os ramos de alojamento e alimentação - diretamente dependentes dos eventos e do turismo. Para se ter uma ideia do impacto provocado pela pandemia na cidade, basta ver o número de desligamentos ocorridos em abril - mês seguinte ao início da quarentena. Apenas nesta classificação de atividades ligadas a alojamento e alimentação, foram registrados 1.009 desligamentos em abril.



Em Canela, o setor mais afetado também foi o de serviços, seguido pelo de comércio. O mês com saldo mais desfavorável entre admissões e desligamentos foi o de abril. Vale notar que, conforme você pode ver na tabela, o saldo em julho quase equiparou contratações e demissões. Resta ver qual foi o comportamento do mercado de trabalho em agosto, com a flexibilização maior de algumas atividades. Assim que os dados do mês saírem, o portal Serra Cult atualizará o assunto.



Em Nova Petrópolis, apesar de abril também ter sido o mês mais crítico, há a diferença de que o setor que mais sentiu foi a Indústria. Em abril, esse ramo econômico sozinho teve 184 desligamentos.




São Francisco de Paula teve o maior impacto nos empregos já em março, Desde lá, porém, o saldo entre desligamentos e admissões vem gradativamente melhorando. Nos últimos dois meses analisados, junho e julho, esse saldo inclusive foi positivo, como você pode ver na tabela acima. O setor da Indústria foi o que mais contratou neste período, contribuindo para o resultado.









  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram
Serra Cult © 2020 Todos os direitos reservados
logo serra cult.png
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Twitter
  • Preto Ícone Instagram